10ª edição do Rock na Ciclovia é mais uma opção para curtir rock n’ roll ao ar livre

por Leonardo Machado 743 views0

Opção para família e para quem gosta de música ao ar livre, ‘Rock na ciclovia’ chega a sua 10ª edição com shows de bandas locais e food trucks.

Atenção: o Rock na Ciclovia 10 mudou de local.

Evento acontece no Eixão 115 Norte estacionameno 4 do Parque da Cidade no domingo. Entrada gratuita.

No ano de 1982, O pessoal da Plebe Rude, no seu segundo ano de vida, teve uma idéia. Junto com a mãe do guitarrista Philippe Seabra, então prefeita comunitária do Lago Norte, montaram bem no estilo “do it yourself”  o “Rock na Ciclovia”.

Realizado aos domingos a tarde mensalmente entre 1982 e 1983, foi uma maneira que encontraram para abrir espaço para artistas novos em shows ao ar livre. E foi ali que a muitos artistas da época, incluindo a Plebe Rude, o Renato Russo na sua fáse pós Aborto Elétrico de trovador solitário e a Legião Urbana, fizeram alguns dos seus primeiros shows. E juntos colocariam Brasilia no mapa cultural do pais.

Philippe Seabra tocando bateria na 7ª edição do Rock na Ciclovia
Philippe Seabra tocando bateria na 7ª edição do Rock na Ciclovia

34 anos se passaram e Brasilia mudou muito. Mas a medida que a cidade foi crescendo, parece que a Capital do Rock foi se tornando a Capital do “cover”, com o espaço para bandas autorais diminuindo a cada ano e com um público cada vez mais apático.

Cansado de ver a dificuldade dos artistas novos de encontrarem espaço e público para trabalhos autorais o líder da Plebe Rude resolveu reativar o evento.

10ª edição do Rock na Ciclovia

O “Rock na Ciclovia” é um evento ao ar livre, revivendo sua própria áurea mítica e um evento gastronômico também, no domingo (21) a partir das 10:30 da manhã, com a presença de 8 Foodtrucks.

Ao meio-dia 5 artistas se apresentarão: Fridão Borges e a banda We Rock (GO), A culpa é de Dulce, Diacho é Isso, Marrakitá e Elffus.

Os skatistas de plantão poderão exibir suas manobras na pista improvisada no eixão.

Nessas 10 edições mais de 40 artistas autorais se apresentaram e vem em boa hora, com o Brasiliense finalmente reconquistando sua orla no mesmo local da primeira ciclovia do Lago Paranoá.

Com produção musical e curadoria de Philippe Seabra e produção executiva de Rony Meolly. O evento é apoiado por Rádio Cultura e Cult 22 e da Rádio Transamérica, o “Rock na Ciclovia” voltou definitivamente para o calendário cultural de Brasília, tornando-se evento mensal.

Há 33 anos o rock de Brasília, no Lago Norte, despontava para mudar a cara da música popular Brasileira no “Rock da Ciclovia”. Quem sabe testemunharemos história sendo feita novamente?

Rock na Ciclovia

Rock na Ciclovia 10

Comments

comments

Loading...