Boogarins lança novo álbum “Lá vem a Morte” em Brasília nesta sexta

por Leonardo Machado 39 views0

A 2ª Temporada do Groselha volta ao Teatro Dulcina, apresentando o rock psicodélico da banda goiana que vem ganhando cada vez mais destaque mundo a fora.

Após uma 1ª Temporada que movimentou legal o ROCK do DF, a 2ª Temporada do Groselha está de volta ao Teatro Dulcina, apresentando os monstros psicodélicos que tão enchendo geral de orgulho lá fora: Boogarins lançando o álbum “Lá vem a Morte” em Brasília.

Além da banda de neopsicodelia goiana, bandas locais e uma atração internacional completam o line-up do evento (confira abaixo).

Nos intervalos, curtas e médias metragens num especial TRASH – Mostra Internacional de Cinema Fantástico, curadoria de Márcio Jr. e Márcia Deretti.

O Cultura Rock DF estará presente fazendo a cobertura com fotos e vídeos. Também teremos o estande de produtos exclusivos e merchan de bandas rock do DF.

A venda de ingressos para o evento começou na terça (15) e podem ser adquiridos através da loja do Groselha no Cultura Rock DF ou pelo Mais Shows.

Links para compra de ingressos:

Boogarins (Goiânia) – www.boogarins.com

O Boogarins lançou o novo álbum em junho intitulado “Lá Vem a Morte”, e já se encontra disponível por completo para audição no YouTube.

Lá Vem a Morte, com oito faixas e pouco menos de meia hora de duração, foi gravado no Manchaca Roadhouse, com produção e mixagem assinadas pelo guitarrista da banda, Benke Ferraz, e masterização de Tim Gerron. É o primeiro disco da banda goiana com participação como compositor do baterista, Ynaiã Benthroldo.

O LP traz como novidade a presença de sintetizadores – tocados pelo baixista, Raphael Vaz – e a participação mais ativa de Benthroldo. “Esse disco vai para o lado de um som mais processado”, explicou Ferraz. “Muitos baixos viraram synth bass e é um negócio bem marcante. Depois de muito tempo escutando Flying Lotus e Kanye West – que têm essa composição pop, mas com baixo de construção mais extrema, com timbres nervosos –, [vimos que] o sintetizador dá mais possibilidades.”

Ouça a íntegra de Lá Vem a Morte

Laure Briard (França) – www.facebook.com/laurebriardchantelafrance

A cantora francesa Laure Briard lançou seu primeiro EP em 2013, com a ajuda de Julien Barbagallo, baterista da banda australiana Tame Impala. Em 2015, saiu o álbum de estreia, Révélation, formado por canções pop com inspiração nos anos 1960 e flertando com o indie rock dos 1990. O segundo álbum, Sur La piste de danse, chegou em 2016 e ampliou a base de fãs da cantora, assim como o interesse por parte da imprensa internacional. O trabalho mais recente de Laure Briard é o EP Sorcellerie, lançado no final do ano passado, que se reveza entre a doçura sessentista e uma psicodelia mística e climática.

Kelton – www.facebook.com/keltonfeice

O cantor, compositor, instrumentista e produtor brasiliense Kelton Gomes remendou um coração estilhaçado com o poder terapêutico da música. Depois de um ano difícil, ele encontrou a inspiração para as canções que formamLacunar, seu mais recente álbum (viabilizado por financiamento coletivo), um disco que, nas palavras do próprio, é seu trabalho mais pessoal.

Cold Café – bananarecords.bandcamp.com/album/caos-pensamento

Lançado em janeiro de 2017, o EP Caos-Pensamento serve como carta de intenções do trio brasiliense Cold Café. Eles cantam suas sofrências cotidianas ao longo de seis faixas que mostram influências de rock psicodélico e shoegaze.

Profissão de Urubu – soundcloud.com/profissaodeurubu

O quarteto brasiliense Profissão de Urubu explora possibilidades da música brasileira, como samba, bossa nova e MPB, sob um viés contemporâneo e com letras reflexivas a respeito de relacionamentos e acontecimentos do dia a dia, como pode ser conferido no primeiro álbum do grupo, lançado em 2015.

Groselha e os Boogarins | 2a Temporada Sexta 08set

Realização: Picnik no Calçadão e Chezz Recs

Apoio: Cultura Rock DF

Comments

comments

Loading...