Groselha – Blasfêmias, filmes B e rock’n’roll chega à quarta edição em novo local

por Leonardo Machado 86 views1

Idealizado e executado pela parceria PicniK e Chezz Recs o evento chega à quarta edição e, desta vez, ocupa novo local, o Teatro Mapati (707 Norte).

O projeto Groselha estreou em janeiro e tem como proposta reunir bandas novatas e veteranas do cenário independente e uma programação com curtas e médias-metragens brasileiros

Idealizado e executado pela parceria PicniK e Chezz Recs, o projeto Groselha – Blasfêmias, filmes B e rock’n’roll estreou em janeiro e tem como proposta reunir, num mesmo evento, bandas novatas ou veteranas do cenário independente e uma programação com curtas e médias-metragens brasileiros, com enfoque (mas não se limitando) no cinema de gênero, como terror, suspense, ficção científica, fantasia, policial e aventura.

Groselha - Blasfêmias, filmes B e rock'n'roll

Em maio, o evento chega à quarta edição e, desta vez, ocupa novo local, o Teatro Mapati (707 Norte). Os filmes programados para exibição no dia 21, domingo, foram escolhidos por Alexandre Costa, Ana Arruda e Thay Limeira, da Sétima Produções, responsável pelo Curta Brasília – Festival Internacional de Curta-Metragem, evento que a cada ano cresce em prestigio local e nacionalmente, configurando-se como uma das principais janelas para a produção curta-metragista no País.

A curadoria do Curta Brasília fez uma seleção com algumas das melhores animações exibidas no festival ao longo de suas cinco edições. “Escolhemos dois curtas do Distrito Federal – que exemplificam a qualidade da animação feita por aqui atualmente –, além de premiados filmes do Rio Grande do Sul, Pernambuco e Goiás. Em comum, eles têm personagens e situações bizarras e surreais usadas com ironia para refletir sobre questões políticas e sociais”, comenta Ana Arruda.

As bandas

O Groselha de 21 maio leva para o palco do Teatro Mapati cinco apresentações musicais. A banda capixaba My Magical Glowing Lens volta a Brasília para lançar o álbum Cosmos!. Atualmente formada por quatro integrantes e com a vocalista Gabriela Deptulski cantando em português e inglês, o grupo pratica uma sonoridade delicada que vai da psicodelia clássica ao shoegaze noventista. Um retrato da nova fase da banda pode ser conferido no recém-lançado single Raio de sol.

Groselha - Blasfêmias, filmes B e rock'n'roll

A viagem musical do quarteto instrumental Mahmed, de Natal (RN), é um instigante passeio pelo post rock. Suas paisagens sonoras estão registradas no EP Domínio das águas e dos céus (2014) e no álbum Sobre a vida em comunidade (2016).

O quinteto brasiliense Brankunians agora atende também pelo nome abreviado Bran. No Groselha, o grupo de indie rock (que bebe de fontes como Strokes e Tame Impala) lança seu primeiro álbum, batizado de +bsb.

Os brasilienses da Magodiabo levam o ouvinte direto para a Seattle do final dos anos 1980, antes do estouro do Nirvana, com um som sujo, berrado, garageiro, punk e barulhento.

Formada em Brasília em 2015, a banda Transquarto é um projeto instrumental que busca dialogar experimentalmente com os diferentes ambientes do pop e do underground atravessados pela herança musical latino-americana.

 

My Magical Glowing Lens (ES) [Lançando o álbum Cosmos!] www.facebook.com/mymagicalglowinglens

Mahmed (RN) www.facebook.com/mahmedmusica

Bran (aka Brankunians) [Lançando o álbum +bsb!] www.facebook.com/branbanda

Magodiabo www.facebook.com/Magodiabo

Transquarto www.facebook.com/Transquarto

Groselha - Blasfêmias, filmes B e rock'n'roll
Groselha – Blasfêmias, filmes B e rock’n’roll

Programação de curtas-metragens:

BLOCO 1

Ed (RS)

Direção: Gabriel Garcia. Animação, 2013, 13 min. Conheça a extraordinária história de Ed. Cinquenta anos de uma trajetória inesquecível. Muitos amores, aventuras e histórias marcantes. O que ninguém imagina é porque Ed quer acabar com tudo isso.

BLOCO 2

Papel Y-10 (DF)

Direção: Please No. Animação, 2015, 15 min. Em um mundo de papel, um vírus contamina uma cidade da Califórnia, transformando os infectados em raivosos canibais. É nesse cenário de selvageria e caos que a Tecmera manda o agente especial Y-10 para coletar amostra de sangue do primeiro transmissor, antes que a erradicação comece.

BLOCO 3

Faroeste, um autêntico western (GO)

Direção: Wesley Rodrigues. Animação, 2013, 19 min. Maverick é um urubu que logo ao nascer vê sua família ser vitimada pela violência. Habituado a ela desde o princípio de sua vida, na idade adulta torna-se líder de uma gangue criminosa, espalhando terror por onde passa.

BLOCO 4

O Homem Planta (PE)

Direção: Pedro Severien e William Paiva. Animação, 2011, 21 min. História de uma criatura metade humana, metade planta, produto de uma experiência científica que funde o que de melhor os humanos e plantas tem a oferecer. Infelizmente, o mundo ainda não está preparado para aceitar uma criatura tão estranha.

BLOCO 5

RYB (DF)

Direção: Deco Filho e Felipe Benévolo. Animação, 2013, 4 min

Um experimento de laboratório dá errado e o espaço é invadido por clones. Um destemido ser faz de tudo para controlar a situação e não deixar rastros do caos que toma conta do ambiente.

Groselha – Blasfêmias, filmes B e rock’n’roll

Groselha – 5a Sessão! 21 de Maio

21 de maio, domingo, às 16h20, no Teatro Mapati (SHCGN 707, Bloco K, sala 5). Shows com My Magical Glowing Lens (ES), Mahmed (RN), Bran, Magodiabo e Transquarto. Exibição de curtas-metragens nos intervalos. Ingressos antecipados pelo site www.sympla.com.br: até 18/05 por R$ 20. Pontos de venda: Barkowski (408 Norte), Rose Tatoo (403 Sul), Verdurão (Conic). Classificação indicativa: 18 anos (acesso de menores de idade apenas na companhia dos responsáveis). Realização: PicniK e Chezz Recs em parceria com Sétima Produções/Curta Brasília. Informações: www.facebook.com/GroselhaBsB e (61) 98403-4509.

Comments

comments

Loading...